Gripe A (H1N1)
Noticias sobre a evolução da Gripe A em Portugal

16
Jul 09

O Governo aprovou hoje uma verba de 45 milhões de euros para aquisição de três milhões de vacinas contra a Gripe A, correspondentes a seis milhões de doses, que deverão estar disponíveis no prazo máximo até Janeiro.

A resolução foi apresentada pela ministra da Saúde, Ana Jorge, no final do Conselho de Ministros. "Vamos poder ter capacidade de vacinar gratuitamente todos os grupos considerados de riscos, numa altura em que as vacinas já estejam disponíveis para serem utilizadas", declarou Ana Jorge.

A ministra da Saúde adiantou que, "com segurança", as vacinas só estarão disponíveis em Dezembro ou só no início do Janeiro".

"Não sabemos ainda exactamente quando estarão concluídos todos os procedimentos de produção das vacinas, assim como os ensaios clínicos necessários para que seja ministrada em condições de segurança", justificou.

Interrogada sobre os custos totais da operação de combate à Gripe A, a ministra da Saúde não apresentou uma estimativa, apenas adiantando que "vai custar algum dinheiro".

"Teremos de tomar em linha de conta o aumento dos consumos de outros medicamentos, o reforço das equipas e de outros suportes para administração das vacinas. Estamos neste momento a fazer um cálculo aproximado em termos de reforço", disse.

Ana Jorge fez depois questão de frisar que, por recomendação da Organização Mundial de Saúde (OMS), "as vacinas vão ser dadas gratuitamente a todas as pessoas, que terão de fazer duas doses".

"Estes três milhões de vacinas vão contemplar todos os grupos de risco e ainda uma margem para poder haver vacinação para outros grupos que forem necessários vacinar. Não haverá necessidade de fazer a vacinação a toda a população, porque é considerado que este grupo é suficiente para conter a propagação da epidemia", sustentou a ministra da Saúde.

publicado por HF às 15:44
arquivos
pesquisar neste blog
 
arquivos