Gripe A (H1N1)
Noticias sobre a evolução da Gripe A em Portugal

28
Jul 09

 

 

Os responsáveis do Olhanense confirmaram esta terça-feira a existência de um caso de gripe A H1N1 no plantel de futebol, detectado no senegalês Gomis, enquanto o restante grupo foi medicado e aguarda em casa pelo retomar dos treinos.

 

 

A confirmação do primeiro caso detectado no futebol português foi feita pelo chefe do departamento médico do clube, que ascendeu este ano à Liga principal de futebol, Veloso Gomes, em conferência de imprensa realizada em Faro, assegurando que as medidas de prevenção foram activadas e o plantel poder voltar aos treinos já quarta-feira.

O jogador teve queixas específicas no sábado, antes do encontro de preparação com o Portimonense, e foi imediatamente retirado do convívio com os colegas, tendo sido examinado no domingo, no Hospital de Faro.

As medidas de prevenção dos restantes agentes do emblema foram activadas, com os jogadores, equipa técnica e outras pessoas que estiveram em contacto com Gomis a serem medicados com o antivírico Tamiflu e ficando em repouso nas suas casas.

O último balanço efectuado aponta para que não haja indícios clínicos de gripe A em nenhuma outra pessoa e, se assim se mantiver a situação, a equipa poder retomar os treinos quarta-feira, disse o chefe do departamento médico dos algarvios.

Veloso Gomes não garante, contudo, que a situação esteja totalmente ultrapassada, uma vez que o período de contágio pode estender-se até sete dias, levando a que só no final da semana Gomis possa ter alta médica.

Os responsáveis do clube desconhecem porém de que forma o jogador entrou em contacto com o vírus, mas terá sido em território nacional, uma vez que Gomis, que reforçou o Olhanense esta época, se encontra em Portugal há quase um mês.

Equipas de futebol são grupos de alto risco

Veloso Gomes disse que a equipa médica do clube algarvio preparava para esta semana uma sessão de esclarecimento com o plantel e outros agentes do clube para lhes dar informação sobre a gripe A.

O médico aproveitou a ocasião para lembrar que os jogadores de futebol são um grupo de alto risco em virtude da intensidade dos contactos e deixou um alerta para a Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP).

"Já houve casos em outras competições e nos Jogos da Lusofonia, mas a tendência é para aumentar. As entidades que gerem o desporto têm de se preparar para casos em que vários atletas de uma equipa possam ser atingidos pela gripe A", disse Veloso Gomes. 

Hermínio Loureiro aguarda reunião com Ministra da Saúde

O presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP), Hermínio Loureiro, manifestou-se preocupado com o caso de gripe A confirmada no jogador Gomis, do Olhanense

"Há já algum tempo manifestámos a nossa preocupação sobre essa matéria, mas ainda aguardamos resposta por parte da Ministra da Saúde, do Governo ou de alguém com responsabilidade nessa área", disse Hermínio Loureiro.

O dirigente referiu que a Liga "está internamente a procurar criar mecanismos que permitam evitar situações de risco" e que "permitam encontrar as melhores soluções para ultrapassar eventuais problemas"

Hermínio Loureiro entende que "as pessoas andem preocupadas com outras questões", mas reformulou o desejo de que a reunião tenha lugar, até para saber se o plano desenvolvido internamente está de acordo com o exigido.

Lusa

publicado por HF às 17:45
arquivos
pesquisar neste blog
 
arquivos