Gripe A (H1N1)
Noticias sobre a evolução da Gripe A em Portugal

25
Ago 09

 

 

A empresa que gere a Linha Saúde 24 vai abrir um centro de atendimento específico para casos de gripe A. O objectivo é conseguir responder às 20 mil chamadas diárias.

 

A ministra da Saúde, Ana Jorge, disse que a linha não estava a responder às expectativas e o admnistrador da empresa lembra que o contrato com o ministério não previa uma situação de epidemia.

À insatisfação dos utentes e da ministra da Saúde, o administrador da empresa que gere a Linha de Saúde 24, responde que o serviço não foi contratado para atender entre 10 a 20 mil chamadas por dia, como tem acontecido.

Para a empresa, a solução passa por fazer alguns "ajustes" ao contrato, o que implica um pagamento extra por parte do Estado.

Ana Jorge revelou na semana passada que a Linha de Saúde 24 atendeu, em alguns dias, apenas 30 por cento das chamadas realizadas quando o objectivo é que sejam atendidas, pelo menos, 85 por cento.

De acordo com o último balanço, Portugal contabiliza já 1870 casos confirmados do vírus. A ministra da Saúde prevê que 90 a 95 por cento dos futuros casos sejam casos ligeiros.

A grande maioria das infecções apresenta um quadro clínico benigno e estima por isso que a maioria dos infectados não necessite de internamento hospitalar e possa ser tratada em casa.

Ainda assim, a ministra da Saúde admite uma possível sobrecarga nos serviços de saúde a partir do Outono, mas espera que a vacina chegue a tempo de evitar a propagação da doença.

publicado por HF às 14:27
pesquisar neste blog
 
arquivos