Gripe A (H1N1)
Noticias sobre a evolução da Gripe A em Portugal

11
Set 09

O campeonato chinês de futebol poderá ser suspenso se o vírus da gripe A (H1N1) se propagar entre os clubes, admitiu uma fonte da Federação chinesa da modalidade, citada hoje na imprensa oficial.

 

O jogo de domingo entre o Chongqing Lifan e o Hangzhou Lychegn foi, entretanto, adiado, depois de oito jogadores do primeiro clube terem sido confirmados como infectados pelo vírus da gripe A (H1N1).

Toda a equipa do Chongqing, incluindo o treinador, o holandês Arue Haan, foram colocados em quarentena, disse o maior jornal desportivo chinês, Titan.

Uma fonte da federação, citada pelo mesmo jornal, adiantou que a liga poderá parar se o vírus vier a afectar metade das equipas.

Até segunda-feira, tinham sido registados no continente chinês apenas 5.592 casos de infecção pelo vírus da gripe A (H1N1), cerca de 70 por cento dos quais já tinham recuperado, e nenhuma vítima mortal.

Mas, um responsável do ministério chinês da Saúde alertou hoje que dezenas de milhões de pessoas podem vir a ser infectadas nos próximos meses e que casos de morte "são inevitáveis".

"De acordo com estimativas de especialistas, o nosso país deverá registar várias dezenas de milhões de pessoas infectadas com a gripe A (H1N1) durante o Outono", disse Liang Wannian, subdirector do departamento de emergência do Ministério da Saúde.

As autoridades chinesas já aprovaram a produção de uma vacina contra a gripe A (H1N1) por empresa local, a "Panflu 1", que se tornou também a primeira do Mundo certificada para uma inoculação em massa.

Na semana passada, o presidente da Sinovac, que fabrica a "Panflu 1", disse que a empresa tem capacidade para produzir cinco milhões de doses até ao final de Setembro e 20 a 30 milhões por ano.


Lusa

publicado por HF às 01:10
pesquisar neste blog
 
arquivos