Gripe A (H1N1)
Noticias sobre a evolução da Gripe A em Portugal

22
Set 09

A directora-geral da Organização Mundial de Saúde (OMS) indicou hoje que, aparentemente, o vírus da Gripe A H1N1 não evoluiu para uma forma mais grave e salientou que o desenvolvimento das vacinas segue o seu curso.

 

"Até agora, as vacinas revelaram-se muito eficazes", declarou Margaret Chan, na abertura da reunião anual da OMS para a região do Pacífico Ocidental, em Hong Kong.

"O vírus pode sofrer mutações a qualquer momento, mas desde Abril que podemos constatar, a partir de dados fornecidos por laboratórios do mundo inteiro, que o vírus é muito similar (ao seu estado anterior)", indicou Chan.

Três mil milhões de doses de vacinas poderão ser produzidas cada ano, frisou a responsável pela OMS, precisando que a China começou já a vacinar a sua população.

Apenas os pacientes de alto risco, como as pessoas idosas, os obesos e as pessoas com doenças crónicas poderão ser fortemente afectadas pelo vírus, acrescentou.

Hong Kong, que esteve na primeira linha face à epidemia da pneumonia atípica (SARS) em 2003 e que está em estado de alerta face à gripe aviária, tomou uma série de medidas estritas para combater a gripe A, nomeadamente um reforço dos controlos fronteiriços.

Margaret Chan foi responsável pelos serviços de saúde de Hong Kong durante nove anos, e geriu neste cargo as crises da gripe aviária e da pneumonia atípica.

A semana passada, a OMS anunciou que pelo menos 3.486 pessoas já tinham morrido em todo o mundo devido à gripe A H1N1 desde que este vírus foi identificado, em Março deste ano.



Lusa

 

publicado por HF às 13:19
pesquisar neste blog
 
arquivos