Gripe A (H1N1)
Noticias sobre a evolução da Gripe A em Portugal

25
Set 09

O presidente da Associação Portuguesa dos Administradores Hospitalares admitiu esta quinta-feira que, num cenário grave de pandemia de gripe A, poderá ter de haver "alguma reconversão" dos hospitais para responder às situações, prevendo "grandes dificuldades".

 

"Eventualmente terá de haver alguma reconversão dos hospitais no sentido de se virarem de uma forma mais significativa para o tratamento da gripe A (H1N1)", disse Pedro Lopes à Agência Lusa.

Segundo Pedro Lopes, os hospitais estão a cumprir com as determinações que a Direcção-Geral da Saúde e as Administrações Regionais de Saúde têm dado sobre a adaptação dos serviços para atender estes casos.

"Neste momento, estamos perfeitamente aptos e com capacidade para resolver as situações que têm aparecido", sublinhou o responsável.

No entanto, defende, "temos de ter as condições para que na altura em que a situação se agrave termos as condições criadas para lhe fazer face".

Para o presidente da associação, Portugal tem de estar preparado no sentido de criar um plano que também pense nessas situações em momento limite.

"Isso tem de estar pensado. Depois ter essa capacidade é outra situação", comentou, admitindo que, se a pandemia avançar para números muito elevados, vai haver "grandes dificuldades".

Para enfrentar estas situações, os hospitais terão eventualmente de se readaptar, disse.

"Isso vai implicar situações quer a nível de recursos, quer a nível de disponibilidade do hospital, que provavelmente nas situações programadas, menos graves, terá que se virar para atender as situações mais graves que a gripe A pode levantar", referiu.

Lusa

 

publicado por HF às 10:29
arquivos
pesquisar neste blog
 
arquivos