Gripe A (H1N1)
Noticias sobre a evolução da Gripe A em Portugal
23
Jul 09

A União Europeia (UE) anunciou hoje esperar uma propagação mais rápida da gripe A (H1N1) este Verão no continente devido à deslocação de milhões de pessoas durante as férias e prepara campanhas de vacinação para o Outono.

 

Um conselho extraordinário dos ministros da UE foi convocado para o início de Outubro para tomar as disposições necessárias, disse a comissária europeia da Saúde, Androulla Vassiliou durante uma conferência de imprensa.

Esperamos um aumento do número de casos durante o Verão devido aos movimentos ligados ao turismo, explicou.

Pandemia vs gripe sazonal

A chegada da gripe sazonal em Outubro-Novembro acrescentada à pandemia vai ter como consequência uma aceleração do ritmo de propagação do vírus A (H1N1) e um aumento das taxas de mortalidade, advertiu.

Hoje de manhã, o registo de casos diagnosticados na UE era de 17.819, com 29 mortes no Reino Unido e quatro em Espanha.

Primeira morte na Hungria

Na Hungria registou-se a primeira morte relacionada com a gripe A (H1N1), enquanto 47 novos casos foram diagnosticados em França entre alunos de uma escola de línguas perto de Paris.

Os adolescentes, na sua maioria espanhóis, foram isolados, mas a escola não foi fechada.

Conselhos

Vassiliou pediu aos europeus para se manterem calmos e aconselhou:

 

  • lavem as mãos;
  • e, evitem grandes multidões.

Até ao momento ainda não há vacina, lembrou. Mas dispomos de dois anti-virais, sublinhou.

Nova vacina pronta em Setembro

O grupo farmacêutico britânico GlaxoSmithKline prevê ter pronta uma vacina em Setembro e precisou ter já uma encomenda de 195 milhões de doses.

Itália anunciou, entretanto, a intenção de comprar 48 milhões de doses, quando cerca de 100 novos casos foram diagnosticados na península em nove dias.

Pedidos de vacinas na Europa

Perto de dois terços dos países da UE já encomendaram vacinas e a Comissão Europeia vai ajudar aqueles que ainda não o fizeram, acrescentou Vassiliou.

A comissária da Saúde prepara um documento de reflexão e propostas sobre esta questão que conta apresentar aos Governos dos 27 em Setembro.

A Comissão Europeia tem também um plano de emergência mas, nesta fase, não está em discussão, declarou Vassiliou.

Com Lusa
 

publicado por HF às 08:21
arquivos
pesquisar neste blog
 
arquivos