Gripe A (H1N1)
Noticias sobre a evolução da Gripe A em Portugal

10
Jul 09

O director-geral da Saúde, Francisco Gerge, advertiu, hoje, contra o consumo indevido do medicamento Oseltamivir, indicado para o tratamento da gripe A (H1N1), nomeadamente devido ao risco de aumentar o desenvolvimento de resistências dos vírus. Está a aumentar a oferta ilegal do medicamento na Internet, onde é vendido a preços muito superiores aos praticados legalmente (mediante receita médica e nas farmácias portuguesas).

 

O Oseltamivir não deve ser utilizado livremente, uma vez que a sua prescrição é estritamente médica", sendo que "o uso indevido tem como consequência aumentar a probabilidade de surgirem resistências dos vírus ao medicamento", afirmou Francisco George.

"Está absolutamente indicada a prescrição pelo médico e, além disso, o medicamento deve ser tomado seguindo as indicações rigorosas do médico", sublinhou.

"Não deve ser tomado em automedicação", insistiu. 

Em algumas dezenas de "sites" o medicamento está à venda por preços que chegam a atingir os 300 euros por cada embalagem de dez comprimidos, enquanto que o original, legalmente autorizado, custa pouco mais de 20 euros.

Confrontado com esta situação, o vice-presidente da Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde (Infarmed), Hélder Mota Filipe, disse que o assunto merece a preocupação das autoridades de saúde, que já há algum tempo têm alertado para os riscos da venda ilegal de fármacos.

Com Lusa
 

 

publicado por HF às 11:54
arquivos
pesquisar neste blog
 
arquivos